Nuestra lucha no se trata de una mera elección estrecha entre opciones electorales dentro del actual régimen, sino de apostar por formas de organización económica y espiritual, cualitativamente superiores a la civilización burguesa, donde se garantiza la emancipación del proletariado y la democracia real. Es la lucha popular por la conquista de la civilización socialista, partiendo del estudio científico de las bases materiales que lo posibilitan y con el objetivo último del comunismo.

[Automatic translation: EN]
[Traduction automatique: FR]

29 de julio de 2014

Abajo el sionismo, viva el judaismo marxista-leninista

Foto: Primera reunión de escritores soviéticos judíos en la Republica del Lejano Oriente.
Reunión de escritores judíos en la República Autónoma Hebrea de Birobidjan creada por la Revolución soviética para crear un territorio libre de toda persecución a los judios. Un poquito mas de "nostalgia primitiva", acusación burda de quien aun no sabe que para ver al futuro hay que mirar un poquito a lo extraordinario que construyó el marxismo-leninismo en el siglo XX
Pictures of Stalin and Lenin in the Labor Day parade in Tel Aviv - Hans Finn/GPO - May 1, 1949
Partido comunista de Israel en Tel Aviv 1 de Mayo de 1949

Julius Rosenberg, camarada norteamericano ajusticiado por el macartismo asesino

En el Partido Comunista de Palestina antes de 1948 unidos camaradas proletarios judíos y árabes lo mismo que ocurría en los Partidos Comunistas de Argelia, Egipto, Irak y otros.ç

Abraham Serfaty, gran luchador comunista marroquí por la independencia, la revolución, la solidaridad con Palestina, preso durante 17 años en las mazmorras de Hassan II

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous AnonimoTrotskista said...

Camaradas, gostaria que abordassem o tema de porquê da esquerda apoiar a Palestina, até a esquerda duvidosa, jet-set, e contudo no que toca á Ucrânia, numa revolução que tem contornos cada vez mais claros de esquerda , aonde até pode ser a fagulha que leve toda uma nova geração a ressuscitar a URSS, não se entende o porquê do silencio ou talvez sim…
A imprensa burguesa actual até cada vez mais critica Israel, já não oculta muitos dos seus crimes e até fala sem pudor da questão dos colonatos, da opressão, bloqueio, fome…Isso leva creio eu muita gente de esquerda a estar convencida que a imprensa pode mentir algo, mas não a certo ponto…
Pois bem, não obstante a imprensa hoje louvar romanticamente os mártires da Espanha Republicana, os mártires do Vietnam, e de ser cada vez mais crítica de Israel, isso deve-se não ao facto de ser uma imprensa livre mas sim á correlação de forças que se expos no terreno e obrigou ao desmontar da propaganda.Darei o exemplo recente da Síria.
Durante quase 1 ano o quadro simplista demagogo era “Assad é Atila o Huno reencarnado, houve uma revolução popular de gente popular, pacífica, brutalmente assassinada, Assad não tem apoio popular, o mundo deve apoiar os rebeldes sírios.” Os que criticavam esta interpretação afirmavam que Assad, não isento de defeitos(nem que fosse porque era o mal menor que a Al-Qaida), era popular e o povo estava do seu aldo. Não houve revolta popular , sim meia dúzia de vândalos e criminosos, logo querendo criar a ficção de revolta popular para servir como desculpa para uma intervenção militar, e o canalizar de rios de dinheiro para os rebeldes. Os rebeldes, não eram o povo sírio, sim a Al-Qaida que é um grupo de mercenários pagos pela CIA, como fachada para a suas intervenções tal como os cruzados eram mercenários procurando ganhar fortuna pelo saque e destruição…Depois de Assad conseguir congelar o conflito e impedir a queda de Damasco, a Rússia interveio secretamente, impedindo um ataque americano e deixando claro que não permitiria intervenção no conflito. Assado começou a ganhar todas as batalhas e o fim da guerra civil é uma questão de tempo…e do nada, subitamente a TVI, principal emissora portuguesa privada, feroz cão raivoso anticomunista, surgiu com histórias da “al-Qaida na Síria”, que subitamente se teria infiltrado na “revolução”., Fez reportagens que pareciam lembrar-nos a descrição do Afeganistão taliban e afirmou “ a Revolução síria morreu”. Porque o volte de face?Porque eram isentos?Acaso descobriram a pólvora, a al-qaida é que foi sempre os rebeldes, nunca existiu nenhum grupo popular…Porque Obama estava humilhado pela Rússia e percebendo que se tornaria ridículo ao não apoiar os rebeldes, dado serem “vítimas de crimes de assad” para não ficar mal na foto, deu uma pirueta e acusou os rebeldes de corrompidos e assim lavava as mãos. Na Palestina, a actual simpatia deveu-se quer á incapacidade de controlar o conflito, quer porque vários analistas burgeses equacionam já abandonar Israel, dada a animosidade no mundo árabe, e percebendo tal como no Vietnam que os ganhos que esperam são derrotados pelas perdas, o lobby sionista é atacado já dentro da própria América por burgueses, que percebem que a situação descontrolou-se, não é possível derrotar a Palestina e correm o sério risco de perder o mundo árabe todo, bem mais valioso que o perro sionista. Na actual guerra na Ucrânia afirmar isto “cerca de 70% dos milicianos são comunistas, está a haver uma revolta social, que visa recuperar o legado soviético, equivalia a pegar fogo á URSS, imaginem o fluxo de guerrilheiros, alegria incontida depois de 20 anos de humilhações, o sonho de derrotar a catastroika, não acham estranho, que os merdia, que tanto gostam de usar o comunismo como chavão

Continua

2:50 a. m.  
Anonymous AnonimoTrotskista said...

até agora não tenha referido o termo comunista para os rebeldes lembram-se de como gostam de chamar comunista a Lukashenko, para estigmatizá-lo com a habitual imagem negativa que fabricam do comunista “ditador, totalitário…”. Porque lhes é mais perigoso afirmar que existe uma revolta de génese patriótico-esquerdista, que poderá ser como a Espanha de 36, do que descrever os rebeldes como meia dúzia de fanáticos russos, pelos quais poucos lutarão, a dualidade da merdia de serviço, deve-se a mudar de versão conforme a correlação de forças, quando existia a URSS, existia imprensa alternativa, agora não, se caso perderem na Ucrânia, “descobrirão que os actuais senhores de Kiev são nazis, o que é certamente a descoberta da pólvora, reparem no atual desinteresse pela síria, pois querem lavar a imagem de uma derrota humilhante, então acusam os rebeldes de ser al-qaida, para dar a entender que os EUA não têm de os apoiar, continuarão a fazê-lo secretamente, se ganharem, são democratas,se perderem são al-qaida, NÃO HÁ IMPRENSA ISENTA, HÁ É JOGOS DE INTERESSE, TEMOS DE CONTORNAR E DERROTAR A PROPAGANDA DOS QUE PENSAM QUE AO VEREM A CNN ESTÃO INFORMADOS, ACREDITAM QUE A SIMPATIA PELA PALESTINA DEMOSNTRA ALGUMA ISENÇÃO, ERRADO, SOMOS NÓS QE TEMOS QUE IMPOR Á MERDIA OS FACTOS, COMO NO VIETNAM, OU SÍRIA,A ONDE NO INÍCIO A MENTIAR IMPEROU E OS QUE SE LHE OPUNHAM ERAM RIDICULARIZADOS!!!1.

Deixo-vos com mais uma pérola do Nobel da Paz:

http://www.marchaverde.com.br/2014/07/obama-pede-verbas-para-uma-guerra.html

Saudações

2:50 a. m.  
Anonymous AnonimoTrotskista said...

Noticias muito importante:
1º Piloto de caça ucraniano admite ter abatido o avião da Malásia, difundam e reenviem aos ingénuos que ainda acreditam nas CNNs.

http://www.marchaverde.com.br/2014/07/piloto-de-caca-su-25-da-ucrania-assume.html

O porco do Poroshenko tenta agora vir com mel para ver se os rebeldes deponham as armas, acena com palavras vagas de “resolução politica não militar do conflito”, “não vamos bombardear Lugansk e Gorlovka, mas sim negociar em paz” e “ a resolução passará por um diálogo internacional em que daremos mais autonomia ao Leste”, mais mentiras!!! Lembro-me que á uns meses os nazis diziam isto” trata-se de evitar todas as palavras duras e ameaças, façamos-lhos todo um conjunto de promessas e depois vamos enforca-los”!!!o link disto estava no blog do Jscomin, mas já está desativado, lembremos das sistemáticas promessas durante 25 anos ao povo da Novorossia para serem sempre traídos pelos oligarcas, NÃO DESIUSTEM, NEM SE ILUDAM COM PROMESSAS QUE SERÃO TRAÍDAS, SE ME PUDEREM OUVIR, ATAQUEM COM TUDO ATÉ Á VITÓRIA, COM FASCISTAS NÃO SE NEGOCEIA, DERROTA-SE, POIS NELES NEM NAS IMPRESSÕES DIGITAIS PODEMOS CONFIAR!!!!

http://sp.ria.ru/international/20140730/161040372.html

Desculpem só ver em inglês, talvez nos próximos dias surja em castelhano ou português, mas o artigo é muito importante. Fala do colapso do regime ucraniano na Rada e como o Poroshenko se prepara para dar um golpe constitucional junto com o Svoboda para destruir a Constituição, ilegalizar o PCU( de vez) e tornar o nazismo oficial e pôr o FMI dentro da Ucrânia, golpe em marcha na Rada:

http://libya360.wordpress.com/2014/07/30/the-slow-motion-collapse-of-the-ukrainian-state-and-the-radas-capitulation/

Saudações

2:40 a. m.  

Publicar un comentario

<< Home