Nuestra lucha no se trata de una mera elección estrecha entre opciones electorales dentro del actual régimen, sino de apostar por formas de organización económica y espiritual, cualitativamente superiores a la civilización burguesa, donde se garantiza la emancipación del proletariado y la democracia real. Es la lucha popular por la conquista de la civilización socialista, partiendo del estudio científico de las bases materiales que lo posibilitan y con el objetivo último del comunismo.

[Automatic translation: EN]
[Traduction automatique: FR]

5 de mayo de 2014

¿Quien dijo que el Gulag era un "crimen estalinista"?

Y entonces qué hacemos con estos sanguinarios asesinos nazis que queman vivas a decenas y decenas de personas, asesinan a sangre fría a quienes huyen de las llamas, asesinan a mujeres embarazadas, a adolescentes, a civiles desarmados, dan un golpe de estado violento, derriban autoridades electas, entregan la soberanía del país a una feroz potencia imperialista...? La barbarie desatada por Obama en Ucrania ayuda a entender muy bien la necesidad absoluta de la dictadura del proletariado, la necesidad de un régimen popular de defenderse (no hacemos referencia al gobierno corrupto de Yanukovich sino a la heroica Unión Soviética por los malintencionados). Cuestionar el derecho que tiene el socialismo y los trabajadores a defenderse de la rabiosa violencia de los opresores y explotadores es simplemente ponerse al lado de estos últimos. Esa es la función de la pequeña burguesía troskista y socialfascista. Deben ser desenmascarados como colaboracionistas necesarios con los crímenes nazis y del imperialismo, que es casi decir lo mismo.

Este nazi que lucía una brazalete con los colores de la Ucrania burguesa mataba sin piedad a quienes huían de las llamas ¿ no merece ir al Gulag? ¿Qué sentencia le daría un tribunal soviético en 1939?
ç
¿Con estas dulces criminales que prepararon las bombas incendiarias que abrasaron vivas a 42 personas y dejaron 200 heridas qué hace la Humanidad? ¿Quien es el troskista que defenderá los "derechos humanos" de los genocidas de maidan?
Enlace permanente de imagen incrustada
¿Qué hacemos con estas ratas nazis que apalean a una anciana camarada que quería dejar flores en la estatua de Lenin?
Foto: History repeats first time as tragedy and secondly as farse. Nazi march in Lviv 71 years later...
Above: 1943
Below: 2014
http://www.strategic-culture.org/news/2014/04/29/neo-nazis-march-lvov-honor-ukrainian-waffen-ss-division.html
¿Es un derecho democrático para un grupo de bárbaros exaltar el nazismo ucraniano insultando a millones de víctimas cometidas por sus antecesores en la segunda guerra mundial? ¿Se puede construir la democracia permitiendo actos de apoyo abierto al fascismo mas criminal?
Enlace permanente de imagen incrustada
¿Qué hace la Humanidad con una pandilla de ricos nazis que toman el poder por la fuerza, lanzan el ejército contra el pueblo y queman vivos a los civiles?


Por eso decimos bien alto VIVA FELIX DERZINSKY creador del comité de seguridad de la Revolución socialista rusa.


O la Humanidad aplasta al fascismo y a su padre el imperialismo sin la menor concesión al humanismo burgués o se verá arrasada por la barbarie desbocada, el salvajismo medieval y la violencia extrema.

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous AnonimoTrotskista said...

Em castelhano, os crimes dos neo-nazis ucranianos, segundo a Rússia:

http://www.marchaverde.com.br/2014/05/censura-torturas-y-asesinatos-rusia.html

O mesmo assunto mas em inglês :

http://libya360.wordpress.com/2014/05/05/russian-foreign-ministry-presents-white-book-on-human-rights-abuses-in-ukraine/

Isto demonstra o porquê de não existir aparentemente reacção aos nazis na parte ocidental, é a repressão e a desinformação, os ucranianos da parte leste estão com os não-ucranianos na luta contra a merda narco-nazi. No cúmulo do ridículo, numa tv portuguesa, demonstraram um habitante de Slaviansk, ucraniano e casado com uma russa. Disse claramente “ que vêm fazer aqui esses bandidos?Queremos viver em paz, não com nazis. O meu avô combateu os nazis, em servi no Afeganistão e fui-me alistar para as autodefesas de Slaviansk, mas disseram-me que não tínhas armas para me dar. Mas alistei-me na reserva caso seja necessário. Caso entrem na cidade, pego numa pá que tenho em casa e acerto-lhes e bem, uso uma faca de cozinha que seja, mas combato-os, não queremos esses bandidos.” Este é o verdadeiro alvo dos nazis, todo o povo da Ucrânia, com fortes sentimentos de união, inclusive diluído em casamentos mistos, tal como na bósnia, aonde até se falava da etnia “hrbo”, ou seja os hravtski (croatas) e srbo (sérvios), os casamentos mistos criaram uma nova irmandade, destruída barbaramente por uma guerra sem sentido, na Ucrânia a população está totalmente misturada e no leste ainda mais, devemos evitar uma bósnia, como a criminosa resolução de Dayton, que sacralizou a limpeza étnicos e os muros entre povos!!!
Ainda sobre Odessa, novos detalhes, sobre a barbárie (aviso para a violência das imagens e detalhes) e fala em possíveis mais de 300 mortos, ou seja dez vezes mais do que é dito, ISTO TEM DE SER A LINHA VERMELHA PARA APUTIN, ULTRAPSSOU-SE TODOS OS LIMITES, SE ATUAM ASSIM AGORA, QUANDO TIVEREM PODER, O QUE FARÃO????
PUTIN ACTUA!!!!
ZIUGANOV Actua!!! CONVOCA MIÍLICIAS, REUNE DINHEIRO, CONVOCA MANIFESTAÇÕES GIGANTESCAS PARA PRESSIONAR PUTIN, FALA COM O EXÉRCITO E PRESIONA-OS, VAI Á TV E AO VIVO DEMONSTRA A BARBARIE DE ODESSA COMO O SINAL DO LIMITE QUE SE ULTRAPASSOU, PEDE APOIO AO EXÉRCITO, MILICIANOS, DINHEIRO, PEDE AJUDA Á BIELORÚSSIA, CUBA, COREIA, EQUADOR, PEDE UM MOVIEMNTO INTERNACIONAL DE SOLIDARIEDADE CONTRA O FASCISMO TAL COMO EM 36 NA REPUBLICA DE ESPANHA, EM EVZ DE DEIXAR OS MERDIA PINTAR A HISTÓRIA DA POBRE PEQUENA UCRÃNIA ATACADA PELOS MAUS PRÓ-RUSSOS, MEXE-TE!!!!

http://libya360.wordpress.com/2014/05/05/neo-nazi-executions-of-unarmed-civilians-in-odessa-graphic-warning/

Saudações

1:43 a. m.  
Anonymous AnonimoTrotskista said...

Trotsky jamais criticaria a execução de bárbaros assassinos como os animais que vimos em Odessa, ele criou o Exército Vermelho e defendeu as medidas duras que aí impôs, como a execução dos traidores e desertores!
A questão de se o uso do poder revolucionário foi bem usado em certos casos, ou seja se não teremos executado pessoas inocentes é outra questão. Que a Revolução tem o direto e o dever se defender é algo tão claro quer com Lenin, Trotsky, Stalin, Breznev, Andropov, Chernenko, menos o idiota do Gorby, que achava que a Revolução podia ser derrubada dando liberdade aos inimigos da liberdade!.A questão coloca-se nas décadas de 30 se não houveram pessoas inocentes apanhadas na luta revolucionário. Sobre isso penso o seguinte.Nenhum processo é isento de falhas, os homens são humanos erram, terão havidos camaradas sinceros e leais apanhados nas décadas de 30,a té Malenkov reconheceu isso. A questão deveu-se a vários factores: quando temos uma arma apontada á cabeça ninguém pensa racionalmente, quando o ódio dos crimes dos invasores brancos nos domina, perdemos a razão, podemos ser injusto, prender erradamente no desespero de evitar outros crimes.Junte-se a isto a deficitária polícia existente, o que tornou o processo criminal mais difícil, as provas em tribunal nem sempre foram as melhores, e já se sabe que inocentes podem ser apanhados.Por outro aldo na preparação da 2ª guerra, gerou-se várias linhas na URSS sobre como evitar a guerra, alguns acreditavam que Hilter só fazia bluff(parecia-lhes ridículo ele pensar que algum dia podia ganhar á URSS), outros acreditavam que Stalin deveria tomar em conta que hilter era louco e não pensava racionalmente(hoje um facto histórico claro).A maquina monstruosa de Hilter entrou na URSS com uma facilidade que ainda hoje nos intriga, e tem que ver com estes animais do Svoboda que na altura traíram a URSS e criaram uma sabotagem sem precedentes, isto criou o pânico no PCUS, que viu Hitler ás portas de moscovo e inexplicavelmente avançava sem travão!Stalin fez de tudo para evitar os traidores e bem executou-os, sobre isso nem Trotsky contestaria, contudo é possível que o caos criado tenha tirado discernimento numa coisa, que foi o facto de inocentes terem sido confundidos com traidores ou generais que apenas discordavam da tática inicial e pretendiam outra, Stalin confundiu isso(esse foi sempre o seu grande defeito) com "traição ao PCUS)quando na verdade era penas diferença de visão sobre a tática a seguir, mas o desespero tirou-lhe lucidez.
Eu sempre vi esse período aforma seguinte: Stalin errou, cometeu erros e abusos, mas serve como desculpa o caos na Ucrânia(criados por esta merda actual) que tirou lucidez e Stalin desatou a executar sem ter algum cuidado com possíveis inocentes ou confusão entre critica construtiva e traidores. È um erro com que temos de aprender como Marx quando falava dos excessos de Spartacus, isso não tira legitimidade a usar a força, só mos alerta para aprender sobre abusos a ela ligados. Tenhamos discernimento!

Saudações

2:05 a. m.  
Anonymous Francesc 57 said...

El gulag es demasiado bueno para esta gentuza criminal. Sus actos hablan por sí mismos, quién en su sano juicio patearía a una mujer anciana y todas las cosas que muestran las imágenes, y las que no se ven. Esto es una clara demostración que el nazismo es una ideología enferma hecha por enfermos y seguida por fanáticos-enfermos. Esta chusma es irrecuperable, y lo único que se les tiene que ofrecer es el pelotón de fusilamiento. El imperialismo occidental está corrompido hasta la médula. En Nuremberg se dijo hasta la saciedad que aquello no podía volver a ocurrir y, sin embargo, los nazis ucranianos campan a su aire con el apoyo de occidente. Si la masacre de Odessa la hubieran hecho los camaradas milicianos, no sólo se habría abierto una investigación, sino que los medios no pararían se saturarnos con lo malos que son los rojos. Esto da asco.
Y cambiando de tema, alguien sabe si el PCE ha hecho o tiene prevista alguna movilización.

11:15 a. m.  

Publicar un comentario

<< Home